*

Vou seguindo, fazendo pausas, deixando a poesia me guiar, algumas compartilho por aqui.
Todas fotografias deste blog foram feitas por mim.
............................................................................................................................

28/01/2009

Laços

Ipê
Foto: Marli Reis



Saudade, companheira fiel dessas horas impróprias,

leva meu devaneio a passear por onde só o coração

conhece os atalhos para os encontros.

Leva - minha saudade - tudo que tenho

para nada faltar na chegada!

Leva as cores flutuantes do que vi,

leva o orvalho das manhãs embriagadas de sonhos,

leva a claridade dourada das tardes de domingo,

leva as noites tão cheias de vaga-lumes cintilantes!

Só não leva esse nó que aperta a voz cansada

de tantas perguntas irrefletidas.

Ali repousa um estado de quem não sabe ainda

tratar um coração exultante, uma lágrima fugidia.

Mas junte a isso um sorriso de vitória,

desses de quem conquista uma hesitação.

Nesse lugar, uma homenagem gravada na lembrança:

aqui vive, fascinado, o amor.


***

20/01/2009

Reflexo

"Lua, da mnha varanda".
Foto: Marli Reis


O olhar vive o prisma momentâneo
da imagem repassada na memória,
acompanha a dança ritmada das águas,
guarda a recordação do oceano,
intensifica no sonho a música das marés,
acrescenta aconchego ao instante supremo,
comove o desejo de ternura...
No centro de tudo,
o reflexo prateado do céu.
Perplexidade diante das ondas noturnas!
Lembranças, tela e arte se misturam
em cenas reveladas por mãos virtuosas.
Quadro apreciado na parede
em reverência à límpida fluidez
da sublime inspiração
do artista.


***

10/01/2009

Humor Líquido

Praia do Futuro, Fortaleza/Ce
Foto: Marli Reis


Lágrima de saudade

passa lavando as marcas dos sentidos,

abre novos espaços para o futuro

até chegar ao cantinho do olho...

Salta, brinca, aquece,

logo esfria...

Envolve sem razão aparente.

Saber sua origem quase nada altera.

Talvez, o que mais importa

é o gosto doce e amargo

num só tempo.

Melhor ainda quando brota

da semente do prazer,

depois de regada com fogo

e encravada na emoção com punhal

ardendo em chamas,

punhal de amor.


***

08/01/2009

Rubi

"Pétalas"
Foto: Marli Reis

Onde as bocas calam,

o olhar descobre a palavra oculta, serena.

Onde as perguntas silenciam,

os encantos acontecem, a saudade aguarda

a conjugação do amor.

As linhas do horizonte brincam em celebração,

revelam outras chaves para o encontro,

preenchem o ser.

Presenciar a magia das trocas de alegria,

alcançar as raízes do que se plantou

e construir ninhos em terra firme,

são cenas da vida em plenitude na confirmação

da existência.



***

07/01/2009

Controle Remoto

Guaramiranga/Ce
Foto: Marli Reis


Rodopiam as andorinhas!

Trigo colhido,

mesa farta!

A igualdade transita

sem medo.

O toque das mãos

na atmosfera suave

das manhãs de ouro e quietude

permite a luz delinear a sombra

no quarto sem vidraças.

A brisa acerta o alvo,

preenche os cantos.

Presença quase imperceptível.

Somente os olhos banhados

de claridade observam

as cenas.


***

05/01/2009

Porto


















"Incenso"
Foto: Marli Reis



Corri o mundo

para lugar distante,

longos minutos

a pressentir

os lampejos

da quietude

em sua morada.



***

Entre espaços

A lua e outras luzes, Aldeota - Fortaleza/Ce
Foto: Marli Reis


Se estou fora

percorro ruas,

vejo casas,

vejo prédios,

carros apitando.

Se estou

dentro

sinto o coração

em alegria,

uma febre

sem remédio.

Entre

o que observo

fora

e o que aquece

os sentidos,

fico acordando

o que habita

as profundezas

do cérebro

ativo,

separado

das noites,

dos murmúrios

da cidade,

dos desejos,

das calçadas,

sem motivo.


***