*

Vou seguindo, fazendo pausas, deixando a poesia me guiar, algumas compartilho por aqui.
Todas fotografias deste blog foram feitas por mim.
............................................................................................................................

30/08/2009

Equivalente


Praia do Futuro/Ce
Foto: MR


O que importa
ao redor de mim
para o bem
que almejo encontrar?

Sirvo-me dos elementos
naturais nos ângulos
envolvidos da tua história
para completar a minha.

Nessa dança suave
delirar com os encantos
do teu jardim:
flores, frutos, terra,
e as cores do teu
abandono
espalhadas
por entre as marcas
dos teus pés,
tua pele
que toca a terra,
a grama,
o orvalho
no reflexo
da tua prisão
que não esconde
a tua liberdade.

Vem agora, sobe
as escadas flutuantes
do destino,
onde é o teu lugar!



***


Domingo

Caminhar cedo na praia, sentir a areia morna e as águas do mar em ondas... Isso e mais, contato com jóias do conhecimento - pessoas alegres-cantantes-sábias, parada para meditar, depois ouvir doce voz a ensinar como quebrar obstáculos e a importância disso para quem quer avançar na arte de conduzir os próprios pensamentos. Aprendiz é meu estado contínuo.

*

(Marli Reis, Espirais Imagéticas, 2009)

20/08/2009

Espaço Ocupado

Via Costeira, Natal/RN
Foto: Marli Reis


*

Sementes guardam
o que virá depois,
igual essência
encontro ao lado...

Sementes no coração
desavisado e sedento.

Sementes guardadas
de um só lugar.

Dia de todos,
menos de um.




(Marli Reis, Espirais Imagéticas, 2009)
*

04/08/2009

Poesia, a vida oferece



_________Fotos: Marli Reis
*
*
*
Nascer do sol em Fortaleza. Um início de dia muito calmo, uma brisa suave balançava as folhas das árvores ao redor. Antes mesmo do sol aparecer eu já estava observando esses movimentos da natureza, apenas estava ali em silêncio, mas este amanhecer foi diferenciado justamente por essas imagens que pude registrar e agora compartilhar nesse blog com aqueles que um dia passarem por aqui, por esta postagem.


(Marli Reis, Espirais Imagéticas, 2009)
*

03/08/2009

Lembrança

*
Ternura antiga,
tão desejada
na tua janela!
Guardada
como se guarda
um anel
do mais fino amor.

Parece que foi ontem
teus braços em aceno,
tuas mãos ao longe...

Era suave a partida
e a chegada...
Todo o teu amor
acompanhando essa saudade...



(Marli Reis, Espirais Imagéticas,2009)
*

02/08/2009

Intensidade

*
Cada dia o seu encanto.
O despertar na suave
melodia dos pássaros.
Repousar os olhos
na varanda florida.

Andar devagar
por entre as asas
do imaginário sonho
colorido de borboletas,
de casulos em festa.

Cada dia o seu encanto.
E são tantos
que não me importo
se ficam tontos
por dois ou três
dias ao acaso!
Será obra do acaso
esse destino?



(Marli Reis, Espirais Imagéticas,2009)
*

01/08/2009

Dádiva

*

Encantam os teus olhos.
Tons, formas e pirâmides
nas alturas da imaginação.
Já é sem esferas dialéticas
o descompasso do teu coração.
Repente, serenata, violinos
ao longe em teu ouvido.

As plumas deslizam suaves
por sobre o rio.

Vem doce delírio!
Tua presença
é como o sol
que aquece minha pele,
que se contenta
com os teus presentes.



(Marli Reis, Espirais Imagéticas,2009)
*